Fim do relacionamento – dicas de como superar

Terminar um relacionamento não é uma tarefa fácil mas muita vezes se faz necessário. Algumas pessoas têm uma dificuldade enorme para lidar com essa situação, ou por ter se acostumado com a presença do parceiro(a) de longa data, ou se tornou dependente afetivamente do outro, o que é muito comum.

Não existem regras exatas para superar o fim de um relacionamento, mas pequenas atitudes podem ajudar nesse processo. Cada pessoa tem suas particularidades e se torna uma tarefa quase impossível que as dicas sejam válidas para todos os casos. Contudo, se você está buscando lidar com isso e precisa de ajuda, aqui, seguem algumas dicas que poderão ser úteis:

Viva o luto

Se você acabou de terminar um relacionamento e não está sentindo absolutamente nada, pode ser que a ficha ainda não tenha caído. É natural que algumas pessoas levem algum tempo para cair a ficha de que não está mais em um relacionamento. Em algum momento isso poderá acontecer, e quando vier, entenda que é um processo necessário para a superação.

Em outros casos, a pessoa fica arrasada nos primeiros dias e pensa que jamais conseguirá superar essa fase, ou encontrar alguém que tenha sentimentos tão profundos novamente. O fato é que, independente do tempo, o momento do luto é importante para que você ponha as ideias no lugar, reflita a respeito dos motivos que fizeram com que a relação não funcionasse e avalie que tipo de atitudes você teve que levaram a isso. Esse ponto é importantíssimo para que atitudes negativas não se repitam em relações futuras.

Esteja cercado(a) por boas companhias

Viver o luto é muito importante, mas não é nada saudável ficar trancafiado(a) dentro de uma casa sem querer olhar para a cara de ninguém. Isso só fará com que você fique presa a um período que deveria ser curto e alimente pensamentos que não serão saudáveis.

ANÚNCIO

Por isso, cerque-se de boas companhias, espairecer é muito importante para que você pense positivo e veja que a sua vida não se resume a uma única pessoa. A possibilidade de conhecer pessoas novas também é fundamental, e isso não acontecerá se você ficar o tempo inteiro dentro do quarto chorando o leite derramado.

Esconda as lembranças

Algumas pessoas preferem jogar tudo que lembre o parceiro fora. No momento de raiva acaba destruindo tudo que posteriormente poderia ser lembrado de maneira saudável. É claro que isso varia muito de acordo com o relacionamento de cada um, porém, não é bom agir na impulsividade, pois isso poderá trazer grandes arrependimentos futuros.

Pegue todas as lembranças que remetam a esse ex companheiro e guarde em um local que você não ficava olhando o tempo inteiro. Se preferir, coloque dentro de uma caixa e tente esquecer. Quando passar o período do luto e a sua mente estiver mais equilibrada, sem aquela chuva de emoções, abra a caixa, ou vá até o local que você optou por guardar essas recordações, e aí sim decida o que vale ou não permanecer.

Foque em você

Essa é a dica mais importante de todas, isso porque, alguns relacionamentos fazem com que não tenhamos uma visão ampla das inúmeras possibilidades que a vida nos oferece diariamente. Utilize esse momento para refletir a respeito de todas as metas e objetivos que foram colocados dentro de uma gaveta ao longo do tempo.

Tente trazer a memória as coisas prazerosas, por mais simples que sejam, mas que te deixavam feliz e inspirado(a). Lembre-se, que tudo aquilo que você fizer por si mesmo, ficará eternamente guardado em sua memória.

Você tem que ser a sua maior prioridade, isso é o que mais ouvimos ultimamente e apesar de simples, muitas vezes acabamos esquecendo. Por isso, comece hoje, entre em um romance consigo mesmo e faça disso a melhor experiência de sua vida.

ANÚNCIO