Transtorno de ansiedade – Entenda os sintomas

Existem muitas pessoas que confundem o que realmente significa sofrer com transtorno de ansiedade, conhecido tecnicamente pela sigla (TAG). Comentários sobre mexer muito tempo no celular, ficar agoniado para receber uma encomenda ou mesmo esperar muito por uma viagem que está prestes a fazer são comuns de serem associados à doença.

ANÚNCIO

No entanto, ser ansioso não se resume a  isso. O Transtorno de Ansiedade se dá quando não há motivos aparentes para se sentir tão angustiado a ponto de o comportamento alterar a sua rotina. É uma preocupação excessiva ou expectativa apreensiva. 

Conheça as causas do Transtorno de Ansiedade

Esse transtorno infelizmente é uma doença comum. Tal como acontece com muitas condições de saúde mental, não se sabe ao certo o que causa esse distúrbio. O transtorno da ansiedade generalizada está diretamente relacionado a alguns neurotransmissores que ocorrem naturalmente em nosso cérebro, como, por exemplo, da  dopamina, serotonina, e norepinefrina. 

ANÚNCIO

Outra hipótese levantada é a de que um conjunto de fatores possam estar envolvidos nas razões pelas quais um indivíduo possa vir a apresentar a doença, entre eles, fatores genéticos e externos, como os estresses que ocorrem ao longo do dia e a qualidade de vida da pessoa que sofre desse mal. Algumas condições físicas, podem ter ligação com à ansiedade, tais como: 

  • Menopausa
  • Doença do refluxo gastroesofágico (DRGE)
  • Doenças cardíacas
  • Hipotireoidismo e hipertireoidismo

Fatores de risco 

Trauma na infância: Esse fator pode ser um dos motivos para o desenvolvimento do transtorno de ansiedade. É comum que algumas crianças que presenciaram ou viveram alguma situação traumática passem por isso. 

ANÚNCIO

Personalidade e genética: Esse fator, significa que o transtorno pode ter sido herdado devido a fatores genéticos. Em alguns casos o transtorno já faz parte da personalidade da pessoa.

ansiedade
Foto: (Reprodução/internet)

Gênero: Pesquisas mostram que as mulheres representam o dobro do número de casos de transtorno de ansiedade que os homens. Questões hormonais, como a menopausa, e situações que causam estresse estão entre os maiores responsáveis por isso.

Abuso de substâncias: A utilização excessiva de algumas substâncias como drogas, álcool e nicotina podem aumentar ou agravar os casos daqueles que já possuem tendências para o desenvolvimento do transtorno de ansiedade. 

Doenças concomitantes:Ter uma condição crônica de saúde ou doença grave, como o câncer, pode levar à constante preocupação com o futuro, ao tratamento e questões financeiras. Estresse do dia a dia pode desencadear no transtorno também.

ANÚNCIO