Vitamina D – Entenda os seus benefícios

A vitamina D é uma das mais importantes para a saúde. Sendo liberada através dos raios solares, é extremamente necessária à saúde. Sua deficiência pode causar uma série de complicações. Afinal, ela controla 270 genes, inclusive células do sistema cardiovascular.

ANÚNCIO

Alguns alimentos, especialmente peixes gordos, são fontes de vitamina D, mas é o sol o responsável por 80 a 90% da vitamina que o corpo recebe. Ela também pode ser produzida em laboratório e ser administrada na forma de suplemento, quando há a deficiência e para a prevenção e tratamento de uma série de doenças.

Mas por que a vitamina D é tão importante?

A vitamina D tem um papel fundamental na saúde dos ossos e na absorção de cálcio, mas novas pesquisas mostram que os benefícios apenas começam por aí.  A vitamina D é tão importante porque tem uma abundância de usos. Basicamente, ela reforça a absorção do corpo de outras vitaminas e minerais, como ferro, magnésio, zinco e potássio.

ANÚNCIO

De acordo com vários estudos realizados recentemente  a orientação é que pessoas com mais de 50 quilos consumam entre 5.000 e 10.000 unidades de vitamina D ao dia. O mesmo vale para as gestantes e lactantes.

Para manter o nível necessário de Vitamina D diário não basta apenas consumir o alimentos que contêm a vitamina, é importante também ficar na luz solar de 15 a 20 minutos por dia. Braços e pernas devem ficar expostos, pois a quantidade de vitamina absorvida é proporcional a quantidade de pele exposta. É recomendado não passar protetor solar durante os minutos ao sol, apenas depois.

ANÚNCIO

Deficiência de vitamina D

A deficiência da vitamina D pode ocasionar em uma série de complicações na saúde. Pode ser responsável também por fadiga, dor muscular, fraqueza, desânimo, ganho de peso, dificuldade de se concentrar, cansaço mesmo com sono e dores de cabeça. A falta dela aumenta o risco de problemas cardíacos, osteoporose, câncer, gripe e resfriado, e doenças autoimunes como esclerose múltipla e diabetes tipo 1.

Vitamina D

Cerca de 80% das pessoas que vivem em centros urbanos tem carência de vitamina D. Isso porque, normalmente, passam mais tempo em lugares fechados. Contudo, isso pode ser revertido. É possível repor os níveis de vitamina através de suplementação, lembrando que essa alternativa é válida apenas após orientação médica.

Como a deficiência de vitamina D afeta sua pele

A pele precisa de vitaminas vitais para funcionar corretamente, e a vitamina D é uma delas. Sinais de uma pele com deficiência de vitamina D é quando o rosto estiver pálido, acinzentado, ressecado e com olheiras profundas, isso pode ser um indício. Isso porque a pele precisa da vitamina para se regenerar e manter a saúde.

a vitamina D atua ativamente contra inflamações de pele, como acne e rosácea. Ela ajuda com linhas de expressão e rugas, pois é antioxidante. Pele seca e suor excessivo podem indicar deficiência de vitamina D.

Fontes de alimentos

Todos os alimentos que contêm vitamina D são de origem animal, pois as fontes vegetais não conseguem sintetizar a vitamina da maneira como os alimentos provenientes de animais. E mesmo alimentos com uma grande quantidade de vitamina D, como o salmão, conta com somente 6,85% das necessidades diária de vitamina D em uma porção de 100 gramas. Por isso, tomar sol é fundamental para evitar a carência do nutriente.

ANÚNCIO