Última girafa branca conhecida do mundo está usando rastreador GPS

ANÚNCIO

A última girafa branca conhecida do mundo foi equipada com um dispositivo de rastreamento GPS em uma tentativa de ajudar a protegê-la de caçadores furtivos no Quênia.

Infelizmente, o macho está sozinho depois que a única girafa branca do Quênia e seu filhote foram mortos por caçadores ilegais em Março, disse a Ishaqbini Hirola Community Conservancy em um comunicado.

ANÚNCIO

Os dois foram encontrados ‘em um estado esquelético’ depois de serem mortos por caçadores armados em Garissa, no leste do Quênia, explicou a tutela, acrescentando que o restante do sexo masculino foi gerado pela mesma fêmea abatida.

Dispositivo foi instalado para ajudar no monitoramento da espécie

Agora, um dispositivo de rastreamento GPS foi conectado a um dos chifres da girafa, para que os guardas-florestais possam ficar de olho em seus movimentos. Ele funcionará pingando a cada hora para alertar os guardas sobre a localização do animal.

A morte da fêmea e de seu filhote foi um grande ‘golpe’ para a unidade de conservação, tanto em termos de conservação quanto de turismo para a área.

ANÚNCIO

Mohammed Ahmednoor, o gerente da unidade de conservação, disse no momento da morte: “Sua morte é um golpe nas enormes medidas tomadas pela comunidade para conservar espécies raras e únicas, e um alerta para o apoio contínuo aos esforços de conservação.”

Crédito: Ishaqbini Community Conservancy
Foto: (reprodução/internet)

Ele continuou: “Esta é uma perda de longo prazo, dado que os estudos e pesquisas de genética, que eram investimentos significativos na área por parte dos pesquisadores, foram agora para o ralo.”

Girafas brancas impulsionaram o turismo da área

“Além disso, a girafa branca foi um grande impulso para o turismo na área.”

A cor branca que torna essas girafas tão raras é um traço genético conhecido como leucismo, com uma postagem na página da reserva no Facebook explicando a diferença entre isso e o albinismo.”

O leucismo é uma condição em que há uma perda parcial da pigmentação, resultando em coloração branca, pálida ou irregular da pele, cabelo, penas, cutículas ou escamas, mas não nos olhos”, diz.

Duas das últimas três girafas foram encontradas mortas no início deste ano.  Crédito: Ishaqbini Hirola Community Conservancy
Foto: (reprodução/internet)

“Ao contrário do albinismo, é causado por uma redução em vários tipos de pigmentos, não apenas na melanina.”

Girafa é destaque para os caçadores locais

Embora a coloração única seja impressionante, infelizmente também faz com que as girafas se destaquem para os caçadores ilegais em meio à savana bege perto da fronteira com a Somália.

A equipe do Programa de Conservação Hirola disse anteriormente que os guardas da comunidade local os avisaram sobre as girafas brancas.

Falando em 2017, os trabalhadores relembraram: “Estavam tão próximos e extremamente calmos e não pareciam incomodados com a nossa presença.”

“A mãe continuou andando para frente e para trás alguns metros à nossa frente enquanto sinalizava para a girafa bebê se esconder atrás dos arbustos.”

Eles disseram que o comportamento da mãe era ‘característico da maioria das mães de animais selvagens na selva para prevenir a predação de seus filhotes’.

Traduzido e adaptado por equipe Ktudo

Fonte:Lad Bible

ANÚNCIO