Os dois últimos rinocerontes brancos do Norte vivem sob guarda armada 24 horas para se proteger contra caçadores furtivos

ANÚNCIO

Os dois últimos rinocerontes brancos vivos estão sendo protegidos por guardas armados 24 horas por dia, para que os caçadores não possam chegar até eles.

A subespécie está criticamente ameaçada de extinção e, embora tenham enfrentado problemas por décadas, os dois últimos rinocerontes são fêmeas – o que significa que, naturalmente, não há maneira de se reproduzirem.

ANÚNCIO

Em vez disso, Najin, 31, e sua filha Fatu, 19, serão submetidas a fertilização in vitro – na esperança de que o casal possa continuar com a espécie.

Último macho da espécie morreu em 2018

O conservacionista James Mwenda cuida das duas criaturas na Ol Pejeta Conservancy em Nanyuki, Quênia, desde 2013.

O Sudão, um rinoceronte, morreu em 2018, aos 45 anos, o que significa que o trio ameaçado se tornou dois.

ANÚNCIO

Falando ao My Modern Met, Mwenda disse: “Essa é a esperança que temos.”

“Isso é o que queremos ouvir – que o Sudão e os rinocerontes brancos do norte estão sendo ressuscitados.”

“Contamos tanto com isso e estamos esperando de dedos cruzados.”

Tentativa de fertilização in vitro

Em declarações à BBC, o professor Thomas Hildebrandt do Instituto Liebniz para Pesquisa em Zoológicos e Animais Selvagens disse que a organização faz parte de um programa de cinco anos.

Para ajudar a dar continuidade à espécie, os pesquisadores usaram esperma retirado de rinocerontes brancos machos – antes de suas mortes.

Crédito: PA
Foto: (reprodução/internet)

Em seguida, eles retiraram cuidadosamente os óvulos de Najin e Fatu, colhendo dois embriões com sucesso no laboratório na Itália.

Como Najin e Fatu são incapazes de engravidar. Os rinocerontes brancos do sul – que existem muitos mais – podem ser seus substitutos.

Mwenda espera que compartilhar a história dos últimos rinocerontes brancos do norte proteja outras subespécies do mesmo destino potencial no futuro.

Ele acrescentou: “Quando as pessoas falam sobre extinção, parece algo que está tão distante.”

“Mas, estamos aqui testemunhando isso todos os dias; sentindo isso através desses animais, então é emocionalmente desgastante. Mas, no final do dia, estamos inspirados.”

Veja também: Raro filhote de rinoceronte branco nascido no Disney’s Animal Kingdom

Mwenda fala que animais sentem que são os últimos

Ele disse à agência de notícias que acha que os rinocerontes têm uma noção do que está acontecendo.

Ele disse: “Posso dizer que eles sentem que são os últimos de sua espécie. Eles sentem isso.”

“Então, por meio de suas personalidades, eles nos dão ‘lições’ que podemos usar para as gerações futuras.”

Ele espera que o filme que narrou, Kifaru, que mostra a história dos tratadores que cuidaram do Sudão antes de sua morte, ajude as gerações futuras a pensar com mais cuidado sobre como os animais são tratados.

Extinção não é apenas sobre animais, mas tem muito a ver com humanos também.”

Traduzido e adaptado por equipe Ktudo

Fonte:Lad Bible

ANÚNCIO