Sete suspeitos detidos a bordo do petroleiro durante uma operação importante na Ilha de Wight

ANÚNCIO

Sete suspeitos teriam sido detidos a bordo de um petroleiro na costa da Ilha de Wight, após uma ‘grande operação’ das autoridades.

Relatórios locais afirmam que as autoridades já prenderam um grupo de pessoas que estavam a bordo do Nave Andromeda e que toda a tripulação foi presa.

ANÚNCIO

Entende-se que a Marinha Real e o Serviço Especial de Barcos (SBS) puseram fim à situação.

7 clandestinos foram presos

Em um tweet, o ex-contra-almirante da Marinha Real disse: ” Muito bem – Marinha Real e Serviço Especial de Barco #naveandromeda garantido que 7 clandestinos fossem presos.”

Falando à County Press esta noite (25 de Outubro), uma testemunha disse: “Um helicóptero estava no navio e acabou de decolar, parece que holofotes estão sendo direcionados para o navio-tanque.”

ANÚNCIO

Um porta-voz da Polícia de Hampshire disse hoje cedo que vários passageiros clandestinos foram encontrados escondidos no navio e fizeram “ameaças verbais” aos membros da tripulação.

Crédito: Isle of Wight Radio
Foto: (reprodução/internet)

A declaração dizia: “Às 10h04 de hoje (25 de Outubro), foram levantadas preocupações à polícia quanto ao bem-estar da tripulação a bordo do Nave Andromeda – um navio situado a aproximadamente seis milhas da costa de Bembridge, na Ilha de Wight.

“O navio estava viajando na direção de Southampton.”

“Foi relatado que vários passageiros clandestinos estavam a bordo e eles fizeram ameaças verbais à tripulação. Ninguém ficou ferido.”

Leia também: Homem foi resgatado após ficar preso sob sino gigante na cidade regional de NSW

Trabalho conjunto de agências especiais e polícia

“Uma zona de exclusão, com um raio de três milhas, existe atualmente perto do navio.”

A polícia está atualmente trabalhando em estreita colaboração com nossos parceiros, incluindo a Agência Marítima e da Guarda Costeira e a Força de Fronteira, para levar este incidente a uma conclusão segura.”

Em declarações à BBC, Richard Meade, editor-chefe da Lloyd’s List, uma fonte de inteligência de negócios marítimos, disse que era vital que o controle fosse retomado a bordo do navio.

Ele disse: “Esta é uma das rotas marítimas mais movimentadas do mundo e ninguém quer uma zona de exclusão de cinco quilômetros ao redor de um incidente de segurança em uma hidrovia movimentada.”

Outro clandestinos também foram presos

Hoje cedo, foi relatado que ‘uma série’ de passageiros clandestinos foram encontrados, com o Andromeda supostamente atracado em Southampton, mas acabou recusando a entrada. O relatório acrescentou que um sinal de mayday foi enviado por volta das 9h.

Foi sabido que o helicóptero da guarda costeira foi visto circulando o navio registrado na Libéria e uma zona de exclusão foi criada.

Em uma atualização posterior, uma estação de rádio local disse ter sido informada de que um total de sete clandestinos nigerianos estavam a bordo do navio, com unidades armadas instalando-se no estaleiro histórico em Portsmouth.

Membros da tripulação estariam se abrigando em “certos pontos” do navio.

Traduzido e adaptado por equipe Ktudo

Fonte:Lad Bible 

ANÚNCIO