Taj Mahal: ninguém sabe quem o projetou

ANÚNCIO

O Taj Mahal é uma das estruturas mais reconhecíveis do mundo. O patrimônio da UNESCO é considerado uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo – ao lado da Grande Muralha da China e Petra na Jordânia.

Mas o Taj Mahal é uma das maravilhas do mundo mais recentes da lista, tendo sido encomendado em 1632. Por esse motivo, seus admiradores costumam se surpreender ao descobrir que ninguém realmente sabe quem o projetou.

ANÚNCIO

As influências no Taj Mahal

A combinação de influências indianas, persas e islâmicas do Taj Mahal o torna o exemplo mais distinto e marcante da arquitetura Mughal existente hoje. Os Mughals reivindicaram descendência de Genghis Khan e Tamerlane e estabeleceram uma sociedade extremamente diversificada e tolerante à religião, amplamente considerada a última Era de Ouro da Índia.

O Taj Mahal representa um ponto de virada chave na identidade do próprio império. Embora os Mughals se orgulhassem de suas raízes persas, o design do Taj Mahal mostra que agora eles se consideravam indianos primeiro, respeitando sua herança muçulmana.

Um dos temas mais dominantes do edifício é a hierarquia, que desempenhou um papel crítico na religião e na filosofia mongóis durante o século XVII.

ANÚNCIO
Taj Mahal: ninguém sabe quem o projetou

A história do Taj Mahal

Shah Jahan governou no pico do poder de Mughal e encomendou o Taj Mahal a ser construído como mausoléu para sua esposa favorita, Mumtaz Mahal, que morreu tragicamente após o nascimento do 14º filho.

Shah Jahan supervisionou o projeto e a construção do palácio pessoalmente, tomando muito cuidado para participar de quase todos os aspectos da construção do edifício.

Embora os historiadores saibam que Shah Jahan estava muito interessado em arquitetura, ele não poderia ter projetado o próprio edifício – ele quase certamente foi projetado por uma equipe de profissionais de classe mundial, e essa pode ser uma das razões pelas quais seus nomes se perdem na história, enquanto o de Shah Jahan permanecem mais intimamente ligados ao mausoléu.

Shah Jahan pode estar interessado em promover o edifício como parte de seu legado imperial e um testemunho da perda de sua amada, em vez de uma obra de arte a ser apreciada independentemente desses fatores.

Então quem projetou?

As histórias oficiais de Mughal representam 37 designers e arquitetos que poderiam contribuir com a comissão do Taj Mahal para Shah Jahan. A pessoa que provavelmente desempenhou o papel do arquiteto-chefe foi Ustad Ahmad, de Lahore, um indiano de ascendência persa que recebeu o crédito pelo projeto do Forte Vermelho em Délhi.

7 maravilhas do mundo- Taj Mahal | Louco por Viagens

Os historiadores modernos tendem a concordar que o Taj Mahal foi um esforço colaborativo; por exemplo, o famoso construtor de cúpulas turco Ismaili Afandi provavelmente desempenhou um papel, juntamente com Amanat Khan de Shiraz, o mestre calígrafo cuja assinatura adorna o portão do Taj Mahal.

Com uma equipe como essa, é provável que Shah Jahan tenha agido como um diretor artístico, reunindo vários especialistas de renome mundial e dando-lhes tarefas específicas para executar de acordo com o próprio cronograma do projeto.

Mais de 20.000 trabalhadores de toda a Índia, Europa, Pérsia e Império Otomano contribuíram para a construção do Taj Mahal, ao lado de 1.000 elefantes realizando trabalhos pesados. Independentemente de uma pessoa ter projetado ou não, o produto final foi certamente um esforço de grupo.

Fonte: curiosity.com

Traduzido e adaptado por equipe Ktudo.

ANÚNCIO