Imagens de satélite mostram o antes e depois da destruidora explosão em Beirute

ANÚNCIO

Novas imagens de satélite mostram o impacto da explosão de ontem em Beirute, com imagens devastadoras do antes e depois do alto ilustrando a pura destruição em torno da área portuária.

As imagens foram capturadas pela European Space Imaging, poucas horas após a explosão.

ANÚNCIO

Uma publicação em seu site explica: “Imagens de satélite de altíssima resolução (VHR) capturadas apenas algumas horas atrás com o WorldView-2 pela European Space Imaging destacam o escopo dos danos ao local da explosão ao redor.

Antes da explosão.  Crédito: European Space Imaging

Após a explosão.  Crédito: European Space Imaging

ANÚNCIO

Edifícios e navios destruídos

Quase 20 edifícios foram completamente destruídos, enquanto centenas de outros edifícios vizinhos foram significativamente danificados. Um navio de cruzeiro foi derrubado e quatro navios-tanque foram danificados.”

“Segundo os dados da AIS, este navio de cruzeiro é a ‘Rainha do Oriente’ navegando sob a bandeira das Bahamas e saindo do porto King Abdullah, na Arábia Saudita.”

Imagens por satélite servem para avaliar os danos

Adrian Zevenbergen, diretor-gerente da European Space Imaging, disse: “Quando ocorre um desastre, as imagens de satélite VHR podem fornecer informações críticas para operações de socorro de emergência, a fim de avaliar a extensão dos danos e obter uma visão geral da cena.

“Ele fornece às equipes de gerenciamento de crises insights logísticos para o planejamento e ajuda a monitorar e detectar quaisquer mudanças que possam ser críticas para minimizar ou mesmo eliminar outras catástrofes.”

O navio de cruzeiro tombado.  Crédito: European Space Imaging

A ESI também disse que continuará monitorando a situação e disponibilizará outras imagens o mais rápido possível.

A explosão sacudiu a capital libanesa ontem, por volta das 15h , matando mais de 125 pessoas e ferindo mais de 4.000 – também provocando um estado de emergência de duas semanas.

Em uma reunião de gabinete de emergência na quarta-feira, o presidente Michel Aoun disse: “Nenhuma palavra pode descrever o horror que atingiu Beirute na noite passada, transformando-o em uma cidade atingida por um desastre”.

Crédito: European Space Imaging

Explosão causada por Nitrato de amônio

O primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, disse que a explosão foi causada por 2.700 toneladas de nitrato de amônio, usado na fabricação de fertilizantes e explosivos, que foram armazenados em um armazém portuário próximo nos últimos seis anos.

Essas alegações também foram apoiadas pelo chefe de Segurança Geral do país, Abbas Ibrahim, que culpou a explosão por “material altamente explosivo” que havia sido confiscado anos antes e mantido no armazém.

Os serviços de emergência continuam vasculhando os destroços, procurando pessoas desaparecidas, com muitas presas sob os escombros e temidos mortos.

Traduzido e adaptado por equipe Ktudo

Fonte: Lad Bible

 

ANÚNCIO