Coronavírus fecha a igreja mais importante em Jerusalém pela primeira vez desde a peste negra

ANÚNCIO

À medida que o coronavírus se espalha pelo mundo com 1 363 365 casos confirmados (a partir de 7 de abril) em todo o mundo, é evidente que todos enfrentamos tempos muito incertos. E se não bastasse o pensamento da doença potencialmente fatal que assola o nosso planeta, muitos de nós precisam lidar com o efeito cascata da grande onda.

Instabilidade financeira, problemas de saúde mental e medo para os entes queridos são alguns dos maiores problemas que podemos enfrentar durante esses meses. É por isso que é importante procurar algo positivo em que se apegar e não perder totalmente a esperança.

ANÚNCIO

Família porteira da igreja desde 1187

O autor David Videcette foi recentemente ao Twitter para esclarecer uma história inspiradora de solidariedade. Ele começou um tópico no Twitter mostrando um vídeo em que a Igreja do Santo Sepulcro em Jerusalém foi fechada devido a coronavírus.

Um evento histórico, como foi relatado que a última vez que aconteceu foi em 1349, durante a Peste Negra. Mas esse não era o cerne da mensagem dele. A parte mais importante da história foi quem fechou a porta Ahmed Bin Mohamed Zakaria, sua família é porteira da igreja desde 1187.

Coronavírus fecha a igreja mais importante em Jerusalém pela primeira vez desde a peste negra
Igreja do Santo Sepulcro em Jerusalém.

Fonte: www.boredpanda.com

ANÚNCIO

Traduzido e adaptado por equipe Ktudo.

ANÚNCIO