A dança na formação de crianças e jovens

ANÚNCIO

A dança é super benéfica para a saúde física e mental, pois, além de nos manter em forma, ajuda, também no emocional. Essa prática é super indicada por especialistas para o tratamento da timidez, meios de expressão e relaxamento. Confira aqui, alguns dos benefícios que a dança pode trazer no desenvolvimento de crianças e adolescentes.

dança

Expressão corporal para crianças e jovens

Mães de crianças que praticam dança afirmam que os filhos demonstram sinais claros dos benefícios trazidos pela a dança. As mesmas dizem que além de trabalhar rotina e desejo de praticar, é um meio para que as crianças possam se expressar.

ANÚNCIO

Dança – idade para começar 

Independentemente de ser dança ou não, qualquer um sabe que esportes fazem extremamente bem para a saúde. É possível começar a frequentar aulas de dança a partir dos 3 ou 4 anos. Essa prática, ajuda na coordenação motora, disciplina e desenvolvimento de habilidades das crianças.

No início do aprendizado, muitos aspectos são levados em conta. Entre eles, estão: explorador ritmo próprio, os movimentos naturais das crianças, e capacidades físicas e psíquicas de cada idade para adaptar ao que será passado.

Saúde mental e a adolescência

A adolescência é a fase em que, naturalmente, os conflitos internos surgem com frequência. É onde começamos a perceber e lidar com responsabilidades, o que pode ser estressante. Buscar alternativas como a dança ou algum outro hobbie é extremamente importante para o crescimento e amadurecimento dos jovens.

ANÚNCIO

Em meio a confusão mental, as aulas de dança podem ser um lugar para espairecer e relaxar. A paixão pelo esporte, geralmente, surge como uma alternativa para espairecer e praticar algum exercício, mas pode ser levada para a vida inteira. Especialistas apontam que o esporte pode prevenir doenças como ansiedade e a depressão, além de manter o corpo em forma.

Incentivo é fundamental 

Educadores físicos reafirmam a importância do incentivo dos pais aos filhos para se envolverem em atividades. Através da dança, podemos auxiliar no trabalho cognitivo e comportamental, através de ritmos e inclusão social, principalmente devido aos trabalhos realizados em grupo, além disso, auxilia na redução de peso, mantendo o fluxo sanguíneo positivo, proporcionando condicionamento físico.

Com crianças e adolescentes, as aulas devem ter um caráter mais lúdico e descontraído, para que não sejam atividades monótonas, despertando maior interesse por parte dos alunos. Por último, a dança ajuda na socialização das crianças aliada a outros tipos de arte.

ANÚNCIO