O sol se põe pela última vez em 2020 na cidade do Alasca

ANÚNCIO

O sol se pôs pela última vez este ano em Utqiagvik, a cidade mais ao norte dos Estados Unidos, onde os moradores estão mergulhados na escuridão até Janeiro.

Os residentes de Utqiaġvik, a cidade do Alasca anteriormente conhecida como Barrow, viram o sol se pôr em sua cidade natal às 13h30 da quarta-feira e agora terão que esperar até 23 de Janeiro de 2021 para que ele volte a nascer oficialmente.

ANÚNCIO

O fenômeno anual é conhecido como ‘noite polar‘, que ocorre quando o sol permanece abaixo do horizonte devido à inclinação da Terra.

Crepúsculo civil

Por causa de onde Utqiaġvik fica dentro do círculo ártico, seus 4.300 habitantes terão apenas um pequeno raio de luz ao amanhecer – também conhecido como ‘crepúsculo civil’ – mas o próprio sol permanecerá abaixo do horizonte pelos próximos dois meses.

Daniell e Banks do The Weather Channel explicou: “Eles não verão o sol em toda a sua glória até o final de Janeiro, ou seja, mais de dois meses.”

ANÚNCIO

“Não haverá escuridão total. Há algumas horas por dia com luz suficiente para ver, mas as pessoas que vivem aqui viram tecnicamente seu último pôr do sol até 2021.”

A University of Alaska Fairbanks criou a Utqiaġvik Sea Ice Webcam, que mostra ao resto do mundo como a cidade se parece durante o período da noite polar – quando as temperaturas geralmente caem para um dígito.

O fluxo vem de uma câmera com vista para o ‘gelo do aterro’ (ou oceano costeiro durante o período sem gelo no verão) do topo de um prédio do banco no centro de Utqiaġvik.

O sol se põe pela última vez em 2020 na cidade do Alasca
Foto: (reprodução/internet)

Dia solar

Em seu site, a universidade explica: “Além de fornecer uma impressão visual das condições do gelo marinho ao largo de Barrow, essas imagens estabelecem um registro de longo prazo de datas importantes na evolução sazonal da cobertura de gelo marinho, tais como: início de formação de gelo no outono, formação de uma cobertura de gelo estável, início do derretimento na primavera, aparecimento de lagoas de derretimento, início da quebra do gelo no início do verão, remoção ou advecção do gelo marinho durante os meses de verão.”

O fenômeno oposto ocorre no hemisfério norte durante as estações mais quentes entre Maio e Agosto.

Nesse período, o sol não se põe por mais de dois meses – cenário que, inevitavelmente, é chamado de ‘dia polar‘.

Traduzido e adaptado por equipe Ktudo

Fonte: Lad Bible

 

ANÚNCIO