Fotógrafo captura o segundo avistamento de baleia azul “extremamente rara” em semanas

ANÚNCIO
Baleia Azul: Novela da Globo mostra o jogo virtual do suicídio
Foto: reprodução/internet

Apenas algumas semanas atrás, Sean Keenan capturou o primeiro avistamento de baleia azul verificado na costa da Austrália. Agora, ele foi e avistou outro. Você pode assistir sua incrível filmagem do drone aqui.

O fotógrafo de 31 anos, de Belfast, ficou sem palavras em agosto quando o maior animal do planeta o pegou de surpresa em Maroubra, Sydney, enquanto ele observava baleias jubarte.

ANÚNCIO

Veja também: Fotógrafo captura imagens incríveis de baleia-jubarte branca

O Serviço de Parques Nacionais e Vida Selvagem de New South Wales (NPWS) disse que foi o primeiro avistamento verificado no estado, mas no fim de semana, um raio caiu duas vezes para Sean.

Contando como ele desafiou as probabilidades pela segunda vez em questão de semanas, Sean – que se mudou para Down Under seis anos atrás – disse ao LADbible: “Ainda estou aceitando o primeiro avistamento, para tentar explicar o segundo avistamento em um mês é difícil de descrever, estou cheio de alegria e em completo estado de choque.

ANÚNCIO

“Ver outra baleia azul em questão de semanas é uma loucura, eu deveria estar em casa na Irlanda me casando agora, então é uma coisa boa do coronavírus.

É raro encontrar baleias azuis

“O segundo avistamento não foi muito longe de onde vi o primeiro quatro semanas atrás, na verdade, a apenas 600 metros do penhasco em que eu estava sentado, perto da praia de Maroubra em Sydney.

“Esta baleia parecia um pouco menor em comparação com a última, com marcas diferentes e passou muito mais tempo perto da superfície, o que foi incrível de se observar.”

Você pode pensar que as baleias azuis seriam um dos animais marinhos mais fáceis de avistar, por serem tão enormes e tudo. Mas, apesar de sua maciça, as criaturas raramente são avistadas – especialmente na costa leste da Austrália.

Falando ao 9News após o primeiro avistamento de Sean, o oficial do projeto NPWS Andrew Marshall explicou: “A baleia azul é o maior animal do planeta, mas apesar de seu tamanho, ela poderia facilmente ter passado despercebida pela costa de Sydney.

“As baleias azuis são amplamente ‘invisíveis’ até mesmo para os mais ávidos observadores e pesquisadores de baleias, pois a criatura raramente é vista ao redor do mundo.

“Eles não são vistos com frequência porque tendem a viver muito longe no mar, suas populações estão amplamente dispersas e temos dados muito limitados sobre sua migração e habitat crítico.

“Temos registros não oficiais de baleias azuis perto de Sydney de observadores em Cape Solander em 2002 e 2013, mas este avistamento recente é o primeiro registro verificado desta espécie em nossa costa.”

Ele continuou: “Avistamentos oportunistas como este são incrivelmente valiosos.

“Eles melhoram nossa compreensão de onde essas espécies vivem e sugerem se há medidas que precisamos considerar para tentar protegê-las.”

Sean has had a month to remember. Credit: Sean Keenan
Foto: reprodução/internet

Sean agora tem como objetivo fotografar uma baleia assassina – embora sem dúvida ele ficaria feliz em concluir seu hattrick com a baleia azul.

Você pode segui-lo no Instagram aqui.

Traduzido e adaptado por equipe Ktudo

Fonte: Lad Bible

ANÚNCIO