Dois astronautas da NASA regressaram com sucesso à Terra na nova nave espacial Dragon Crew da SpaceX

ANÚNCIO

Dois astronautas da NASA foram trazidos com sucesso de volta à Terra na nova nave espacial Crew Dragon da SpaceX.

Doug Hurley e Bob Behnken deixaram a Estação Espacial Internacional para viajar para casa em um novo tipo de espaçonave. Sua cápsula caiu no Golfo do México – tornando-se o primeiro pouso aquático nos EUA desde a última missão lunar da Apollo, há 45 anos.

ANÚNCIO

Quando chegaram, Hurley foi ouvido dizendo: “É realmente nossa honra e privilégio”.

O controle da missão SpaceX respondeu com: “Em nome das equipes da SpaceX e da NASA, bem-vindo de volta ao Planeta Terra. Obrigado por voar na SpaceX.”

Dois astronautas da NASA regressaram com sucesso à Terra na nova nave espacial Dragon Crew da SpaceX

ANÚNCIO

Missão marca uma nova era

A nova nave espacial Crew Dragon foi lançada no cosmos no final de Maio em um foguete Falcon 9.

A missão marca uma nova era para os voos espaciais e apresentou o ‘serviço de táxi’ do astronauta que será usado pela NASA no futuro. A agência espacial terceirizará operações como essa, que economizarão bilhões de dólares, que podem ser redirecionadas para levar as pessoas a Marte e à Lua.

Anteriormente, a NASA fazia tudo internamente, no entanto, desde então, mudou sua filosofia.

O administrador da NASA, Jim Bridenstine, disse: “Não queremos comprar, possuir e operar o hardware da maneira como costumávamos.”

“Queremos ser um cliente de muitos clientes em um mercado comercial muito robusto em órbita baixa da Terra. Mas também queremos ter vários fornecedores que estão competindo entre si em custo, inovação e segurança, e realmente criar esse ciclo virtuoso de desenvolvimento econômico e capacidade.”

Dentro da sala de controle da missão, o CEO da SpaceX, Elon Musk, sentou-se ao lado da presidente da empresa, Gwynne Shotwell, que também é diretora de operações e foi um dos primeiros funcionários da empresa.

Crédito: PA

Entrada na Terra foi diferente

A reentrada na Terra é um pouco diferente dos métodos anteriores.

O ex-astronauta da NASA Garret Reisman, que também ajudou a projetar o Crew Dragon, disse que a sonda foi projetada de maneira diferente, tornando-a muito mais intensa.

“A cápsula vem mais íngreme e desacelera muito mais rapidamente”, disse ele.

Você certamente não gostaria de ficar do lado de fora da espaçonave durante esse tempo, com o exterior experimentando temperaturas de mais de 1.648 ° C.

O astronauta Bob Behnken disse que é um momento selvagem, mas também é bonito de assistir por dentro.

“Você realmente vê a luz da atmosfera enquanto aquece as partes externas da espaçonave”, disse ele.

“Você vê algumas luzes laranja piscando no plasma quando ele passa pelas janelas. O veículo está passando por algo bastante grave – e nós esperamos que ele cuide de nós e da entrada.”

Traduzido e adaptado por equipe Ktudo

Fonte: Lad Bible

ANÚNCIO