DIY durante a quarentena. O que poderia dar errado? Muita coisa pelo visto…

Talvez seu depósito de lixo esteja quebrado ou a geladeira esteja morrendo lentamente. Por causa da quarentena, você não pode chamar facilmente um profissional. Mas você tem um martelo e o YouTube, então o que poderia dar errado?

Fizemos essa pergunta aos ouvintes, e eles disseram que bastante coisas podem dar errado!

Vicki Novikoff Barnhart, de Galveston, Texas, teve um problema que a estava levando ao ponto da loucura. O forno de microondas dela apitava alto sem parar, 24 horas por dia.

Um amigo sugeriu que ela desligasse o disjuntor no microondas. Mas estava montado lá fora e exigiria a retirada, o que ela achou muito perigoso. Um amigo diferente disse para bater no microondas com um martelo. Essa parecia uma ótima maneira de ser eletrocutado.

Os 6 Melhores Forno Microondas: Guia de Compra Completo 2020

Então o bipe continuou. Dia após dia após dia.

ANÚNCIO

“Eu queria pegar uma arma e dispará-la”, diz ela, “mas não tinha uma arma”.

Depois de viver assim por seis semanas, Barnhart finalmente conseguiu um técnico em casa para instalar um novo micro-ondas. Ele colocou o velho no meio-fio, prometendo que alguém o levaria feliz.

Ele estava certo. Alguns dias depois, Barnhart estava do lado de fora e ouviu um som familiar. “Eu sabia que era meu microondas e estava na casa de um vizinho”, diz ela. “E então, um dia inteiro depois, eu estava lá fora e ainda estava ligado e ainda estava apitando!”

Barnhart esteve recentemente no site de postagem de seu bairro e viu estas palavras: “Alguém ouve esse sinal sonoro e sabe o que é?”

Uma combinação perfeita de quarentena

Era um domingo tranquilo à noite, quando Sophia Hsu, do Brooklyn, Nova York, ouviu um acidente e palavrões vindos do banheiro. Hsu correu escada abaixo para encontrar o marido em pé ao lado da pia, agora pendurado na parede.

O marido, que tem mais de um metro e oitenta de altura e diz que tem problemas para se virar em pequenos espaços, havia “checado o quadril” (esbarrado) na pia.

Hsu diz que “destruiu a pia, os canos subjacentes e meu bom humor de fim de semana”.

Hsu, a pessoa mais útil da família, abriu sua caixa de ferramentas. Ela não tinha a chave certa, mas, usando o bom senso e as lições do pai, recolocou a pia e todos os canos e agora ela drena perfeitamente.

O casal é uma combinação perfeita de quarentena.

“Ele quebra as coisas”, diz Hsu. “Eu conserto.”

Água em todo lugar

Para Megan Glasscock de Pensacola, Flórida, a recente escassez de papel higiênico nacional a inspirou a instalar um bidê com a mãe.

DIY durante a quarentena. O que poderia dar errado? Muita coisa pelo visto...

“Eu li as instruções”, diz Glasscock. “Eu disse: ‘Ah, 20 minutos – será fácil.’ “

“Veja bem, Megan não sabe nada sobre encanamento”, diz sua mãe, Cheryl Glasscock.

Os dois sabiam o suficiente, porém, para desligar a água do vaso sanitário antes de começar. Depois de horas lutando para instalar o bidê, que incluía uma ida à loja de ferragens para uma peça, eles desistiram da noite para o dia.

Eles ligaram a água novamente.

“Foi quando o pesadelo começou”, diz Megan. O banheiro começou a inundar, e agora desta vez a água não desligava.

Cheryl correu para fora para cortar o abastecimento principal de água da casa. Mas no escuro, ela não conseguiu encontrar a válvula. Ela se abaixou e começou a girar uma roda. Foi quando a água começou a borbulhar do chão.

Agora, o banheiro e o quintal estavam inundados. A água estava por toda parte. Os baldes não eram páreo.

Eventualmente, a companhia local de água chegou. Eles ficaram impressionados com a destruição que encontraram. Eles bombearam o quintal e substituíram o medidor de água que Cheryl havia destruído quando de alguma forma desconectou o medidor de água da linha de água.

Depois que a bagunça foi limpa e as lágrimas foram secas, mãe e filha instalaram o bidê, desta vez seguindo as instruções no YouTube. Essa é a chave, dizem os Glasscocks.

Eles agora são os orgulhosos proprietários de um bidê, assim como o papel higiênico está de volta às prateleiras!

Boas paredes fazem bons vizinhos

Kenneth McNay de Morrisville, N.C., também decidiu usar o desligamento para assumir um projeto de bricolage. “Percebi que o muro de contenção entre as casas da minha cidade e do meu vizinho estava caído no centro”.

Ele removeu todas as pedras, nivelou o chão com pedras de pavimentação, pedras e areia e depois arrumou tudo de volta. Ele se sentiu bastante orgulhoso do trabalho terminado.

O vizinho de McNay, no entanto, não estava feliz. Ela queria um profissional para fazê-lo. O vizinho também estava preocupado com os avisos de segurança nos sacos de pedra e areia, que McNay achou realmente intrigantes.

“No fim de semana seguinte, ela reverteu completamente meu trabalho, tirando todas as pedras, tirando toda a areia e cascalho e depois colocando tudo de volta com uma queda no meio”, diz McNay.

O que o vizinho de McNay fez com a pavimentação, cascalho e areia que ele instalou com tanto cuidado durante a quarentena, quando todos devemos praticar o distanciamento social e manter as superfícies limpas?

Ela os devolveu todos à varanda dele em sacos com zíper.

Fonte: NPR

Traduzido e adaptado por equipe Ktudo.

ANÚNCIO