Incêndios em Chernobyl: bombeiros lutam para conter chamas na zona radioativa

Os bombeiros ucranianos estão no sexto dia de combate a incêndios na zona de exclusão de Chernobyl, em meio a preocupações com a radiação que permanece na área desde o desastre nuclear há mais de três décadas.

Mais de 300 bombeiros auxiliados por várias aeronaves estavam trabalhando para conter as chamas, que nos últimos dias foram exacerbadas pelos ventos fortes.

As autoridades mais que dobraram o número de bombeiros na área desde segunda-feira. A extensão dos incêndios não foi divulgada nos últimos dois dias.

Incêndios em Chernobyl: bombeiros lutam para conter chamas na zona radioativa

As autoridades atribuíram incêndios na zona de Chernobyl e em outros lugares da Ucrânia nas últimas semanas a condições relativamente secas após um inverno que carecia de precipitação e cobertura de neve suficientes.

Suspeito pode pegar até cinco anos pelo incêndio em Chernobyl

Especialistas em meio ambiente temem que os incêndios possam provocar cinzas radioativas no solo. O Serviço de Emergência do Estado da Ucrânia disse que os níveis de radiação parecem estar dentro da norma aceitável.

ANÚNCIO

Um alto funcionário ambiental, Egor Firsov, disse no fim de semana que a radiação na área foi detectada 16 vezes maior que os níveis normais de fundo.

Um morador de 27 anos de um assentamento próximo à zona de exclusão está sob investigação sendo suspeito de ter iniciado pelo menos um dos incêndios locais.

Homem incendeia floresta perto de Chernobyl e quase provoca ...

Acredita-se que o homem, que pode pegar até cinco anos de prisão, esteja queimando grama e lixo e não tenha conseguido conter o fogo por causa do vento, segundo um comunicado da polícia.

O derretimento e a explosão do reator de 1986 na usina nuclear de Chernobyl, a cerca de 100 km ao norte de Kiev, é considerado o pior desastre nuclear da história.

Fonte: 9news.com.au

Traduzido e adaptado por equipe Ktudo.

ANÚNCIO