3 pontos para saber se está contratando um bom seguro de carro!

A gente tem o mau hábito de sempre jogar tudo na mão do corretor de seguros na hora de contratar o serviço, né? E ainda que ele seja o profissional especializado nisso, é muito bom quando entendemos o que está ali para saber se isso realmente é vantajoso.

Separamos 3 pontos importantíssimos que devem ser entendidos por todas as pessoas que possuem ou que vão contratar um seguro de automóveis no Brasil. Após ler este conteúdo, tenha certeza que você estará mais preparado da próxima vez que for solicitar uma cotação.

Além do mais, apesar de serem diferentes e possuírem planos diferenciados, as seguradoras devem seguir um mesmo padrão de apólice para todos os assegurados no Brasil. E, de uma maneira geral, as coberturas e assistências têm os mesmos significados.

1 – A cobertura do seguro

A cobertura do seguro é o que mais importa na hora de contratar o serviço. Isso porque ela é que vai dizer o que o cliente tem direito e o que não tem direito quando o imprevisto acontecer.

Então, na cobertura devem estar os valores, por exemplo, para cada caso. Em caso de acidentes com morte, qual o valor? E quando não há vítimas? E em caso de roubos? O seguro cobre o veículo em toda região do país? Etc, etc, etc.

ANÚNCIO

Assim sendo, esse é um dos principais pontos pelos quais se deve ter atenção hoje em dia. Ao cotar o seguro, o interessado deve saber qual é a completa, já que as seguradoras têm opções básicas e mais sofisticadas, para que atenda todo público.

2 – A assistência do seguro

A assistência que o seguro oferece tem a ver com vários pontos importantes. Por exemplo, tem a assistência que é dada em espécie de serviços adicionais, como o serviço de um chaveiro ou de um guincho.

Então, isso é importante porque você nunca sabe quando o seu pneu vai furar ou pode acontecer de o marcador de combustível estar quebrado ou ainda pode ser que sua chave tenha ficado dentro do carro… Os imprevistos acontecem, não é mesmo?

Tem ainda outro tipo de assistência, que é a do atendimento e comunicação da empresa. Hoje em dia, ninguém quer ficar para trás ou não ser compreendido. Portanto, a seguradora e os corretores devem dar essa assistência aos consumidores.

3 – A franquia do seguro

A franquia do seguro é aquele valor que deve ser pago todas as vezes que você acionar o seu seguro para custear algum serviço do seu carro e não de terceiros. A regra existe para que os clientes evitem a tentativa de fraude nas seguradoras.

Portanto, o valor da franquia é importante já que pode representar um bom gasto em casos de acidentes, por exemplo. Na média, um seguro que custa R4 1,7 mil pode ter um valor de franquia de 20%, o que daria R$ 340. Mas, não há regra para isso.

O ideal, como sempre, é ler o contrato para descobrir o valor da franquia, já que em muitos casos, quando a franquia é alta demais, acionar o seguro para custear serviços pode não ser vantajoso do ponto de vista financeiro.

ANÚNCIO