3 lições a serem aprendidas com O Poderoso Chefão

Baseado no livro, de mesmo título, escrito por Mario Puzo, o Poderoso Chefão, lançado em 7 de Julho de 1972, levou 3 estatuetas do Oscar, sendo de Melhor Filme, Marlon Brandon levou o de Melhor Ator e, por fim, de Melhor Roteiro Adaptado. Além dos prêmios recebidos, o filme teve mais 8 indicações, sendo de Melhor Diretor para Francis Ford Coppola, Melhor Ator Coadjuvante com James Caan, Melhor Ator Coadjuvante para Al Pacino, Melhor Figurino, Melhor Edição, Melhor Música Original e Melhor Som.

O filme se tornou um clássico dos cinemas, sendo referência para o gênero de filmes de máfia, ele narra a ascensão e queda do “império” da família Corleone, começando com Don Vito Corleone e terminando com Michael Corleone. O primeiro filme mostra o fim da era de Don Vito, a introdução de Michael ao mundo da máfia, o legado de Vito sendo passado ao Michael e a morte de Vito Corleone.

O segundo mostra, paralelamente, a origem de Don Vito, assim como Michael lidando com problemas políticos, agora que assumiu o cargo do pai como chefe da família. Por fim, a trilogia se encerra com Michael Corleone morrendo, sozinho e com arrependimentos.

Poderoso Chefão
Fonte: Imagem Internet

Além de frases de efeito e uma ótima opção de entretenimento, o filme trás ensinamentos que podem ser adotados, sendo indicado, inclusive, por muitos professores universitários.

Um homem que não se dedica à família, jamais será um homem de verdade.

Durante o decorrer da história, em diversos momentos vemos a preocupação de Don Corleone em cuidar da família, em direcionar seus filhos e ensiná-los a serem responsáveis e honrados. Em dado momento, quando seu enteado chega a Don Corleone pedindo ajuda, o mesmo solta uma fala que traduz o ensinamento que ele deseja passar a seus filhos “um homem que não se dedica a família, jamais será um homem de verdade”.

ANÚNCIO

Embora suas atitudes sejam contra a lei e, por vezes, consideradas bárbaras, o valor da família sempre esteve presente, Don Vito sempre mostrou sua preocupação não só com os parentes de sangue, mas todos aqueles integrantes da Família Corleone, sendo o motivo de muitas de suas ações “perversas”, como na icônica cena da cabeça de cavalo, para que Jhonny Fontana ganhasse o papel no filme.

Nunca conte a alguém que não é da família o que você está pensando.

No âmbito do mundo de negócios, outro ensinamento que se pode tirar é de quando Sonny Corleone expressa seu desejo de fazer um acordo que seu pai, Don Vito, havia se negado a fazer. Don Vito então, chama a atenção de Sonny e o exorta a nunca dizer a alguém que não é da família o que ele está pensando. A ação de Sonny causa a tentativa de assassinato do Don.

Embora falar os pensamentos para pessoas de “fora da família” não tenha consequências tão drásticas fora do mundo da máfia, a falta de sigilo em negociações pode prejudicar a vantagem, afinal, se você sabe que a pessoa está desesperada para obter o que você está oferecendo, pra que diminuir seu lucro?

Não é nada pessoal, são apenas negócios.

Não misture vida pessoal com negócios! Assim como água e azeite não se misturam, não permita que sua vida profissional atrapalhe sua vida pessoal. Quando for tomar uma decisão importante, saiba separar as coisas. Se emprestar um dinheiro, cobre mesmo se tiver sido para alguém da família.

E o que dizer sobre a honra, respeito e tantos outros ensinamentos que se pode tirar desse clássico cinematográfico? Isso você pode conferir assistindo ao longa-metragem, O Poderoso Chefão, disponível no TeleCine Play, no Prime Vídeo ou pelo Google Play. Junte sua família, faça a pipoca e aproveite o filme!

ANÚNCIO